25 de novembro de 2020

37º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo: OAB/RS realiza solenidade de vencedores no dia 10/12

A OAB/RS, como faz todos os anos desde 1984, realizará a solenidade de premiação do 37ª Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. O evento acontecerá no dia 10 de dezembro, mesma data que marca a Declaração Universal dos Direitos do Homem, a partir das 20h, e ocorrerá de forma totalmente virtual pela primeira vez na história do tradicional prêmio, com transmissão excluisva no canal do Youtbe da OAB/RS. A temática deste ano é: “Extermínio dos Empregos – a precarização das relações de trabalho”, e o vencedores serão divulgados em breve.

O Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), com a colaboração da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul (ARFOC-RS) e da Ordem dos Advogados do Brasil RS (OAB/RS) instituíram, em 1984, o Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. Desde então, a cada edição anual, e de forma ininterrupta, o Prêmio estimula o trabalho dos profissionais de jornalismo na denúncia de violações, pela observância e defesa dos Direitos Humanos nas sociedades da América do Sul, marcadas por uma enorme desigualdade entre as pessoas e pela deficitária ação de Estado.

“O tema dos Direitos Humanos é o da cidadania e da sua dignidade, assim como é um dos pilares institucionais da OAB/RS. Este é nosso papel: garantir o Estado Democrático de Direito e lutar pelo bem em comum e pela sociedade. A iniciativa do Prêmio vai de encontro a esse objetivo, pois, dessa forma, visamos a estimular o trabalho dos profissionais de Jornalismo para a denúncia das violações e a vigilância do respeito dos Direitos Humanos”, reforça o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier.

Edição 2020

O 37º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo destaca na categoria Prêmio Especial “Extermínio dos Empregos – a precarização das relações de trabalho”. O tema promove a discussão sobre os efeitos da globalização, da tecnologia, da pandemia de COVID-19, entre outros que determinam o derretimento das relações de trabalho como eram conhecidas. Embora a Constituição Brasileira, no seu art. 6º, o inclua entre os direitos sociais, o trabalho sofre dramática precarização em desfavor da maioria da população com pouco acesso à Educação, em risco de desorganização social.

A Regional Latino Americana da União Internacional dos Trabalhadores da Alimentação (Rel UITA), a Union to Union, instituição sueca que atua pelo fortalecimento dos sindicatos no mundo, bem como a OAB/RS e a CAA/RS também apoiam o Prêmio.

Programação

20h – Abertura
- Apresentador/mediador Jair Krischke – Presidente do Movimento Justiça e Direitos Humanos

- Ricardo Breier – Presidente da OAB/RS

- Jornalista Mauro Cesar Silveira – Primeiro vencedor do Prêmio

- Neusa Bastos – Diretora da Caixa de Assistência dos Advogados da OAB/RS

- Roque Reckziegel e Rodrigo Puggina – Coordenadores da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RS

(mais nomes serão confirmados)

(20h30min) – Entrega da Premiação
(23h) – Encerramento

Créditos de imagem: OAB/RS - Divulgação
Fonte: OAB/RS

Leia também

27 de janeiro de 2021

Novo teste COVID – Hemoprime

O Laboratório Hemoprime, em parceria com a CAA/RS, está oferecendo um desconte especial à advocacia,...

LEIA MAIS »

27 de janeiro de 2021

Racismo e tecnologia são discutidos em evento promovido pela ESA/RS

Os diálogos entorno do conceito de racismo algorítmico e os impactos da discriminação racial...

LEIA MAIS »

27 de janeiro de 2021

Confira o resultado definitivo da 2ª fase do XXXI Exame de Ordem Unificado

Os examinandos já podem conferir o resultado definitivo da prova prático-profissional (2ª fase) do XXXI...

LEIA MAIS »